Cinzas de um coração


Fugindo pelo deserto
Nos espinhos me arranhei
Mas nada mais me dói
Do que a tristeza que passei

Faz pouco tempo eu descobri
O que era de fato um amor
Meu coração você tomou
Vivemos bons momentos
E agora me deixou

E eu fiz de tudo
pra chamar sua atenção
Quando enfim consegui,
fomos felizes então
Mas não foi o bastante
E foi sem dar explicação

No começo era vertigem
Toda aquela emoção
Só faltava sair fuligem
Do fogo daquela paixão
E agora só restam as cinzas
Do que era um coração.


uma poesia meio musical… ou uma música meio poética…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s