Meu Rio amado

Meu Rio amado
Da bossa, do samba
De bonito legado
Do malandro, povo bamba
Do Redentor, Corcovado

Do céu radiante
Da morena bronzeada
De luar apaixonante
Da mãe preocupada

Que gente bonita
que vem da praia
que vem da favela
na paz acredita
vivendo na tocaia
morrendo por ela

Do funk do morro
Da roda no terreiro
Pedindo socorro
Pedindo dinheiro

Maravilha de cidade
Do sotaque bacana
Pegando pesado
Durante a semana
Da boemia no sábado
Lapa ou Copacabana

Meu Rio amado
Da bossa, do samba
de imenso legado
Carioca, povo bamba
Eternamente apaixonado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s