Canção de amores sem fim

A face colore em rubores
afagos de rosa e jasmim
sabiás em meio às flores
cantando amores sem fim

Meu peito esquece as dores
quando tenho você em mim
a brisa ventilando calores
na paixão cor de carmim

Entre prazeres e torpores
nada mais se mostra ruim
minha alma agradece os sabores
que a vida reservou para mim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s