É um assalto?


Pelo twitter da blogueira Iza descobri uma ferramenta – Quem me ama? – que descobre cópias dos seus textos publicados na web e no Blogger.com.
Estava ficando tranquilo, não achava nenhuma cópia, a não ser posts em conjunto, como fiz com o Euzer, sobre diferenças entre Rio e São Paulo.

Em uma das últimas páginas, a surpresa. Em um post de 8 de dezembro de 2007, Diferenças Sociais, descobri uma cópia no blog A adolescência e seus Dilemas: Comentário sobre as DIFERENÇAS SOCIAIS. Várias coisas me chamaram a atenção: Primeiro colam meu poema e continuam com um texto. Em momento algum citam meu nome, o link do meu blog e nem sequer usam aspas para diferenciar.

Não quero julgar ninguém, mas as coisas que escrevo aqui são extremamente pessoais e eu me senti roubado. Pelo fato de não ter registrado o texto, quer dizer que não tenho direitos sobre ele?
Comentei com alguns amigos sobre o ocorrido, alguns sugeriram que eu comentasse no blog e “descesse o pau” em cima do “autor”. Confesso que vontade não me falta, mas resolvi expor os fatos e gostaria que opinassem e, se for o caso, relatassem casos parecidos.

Anúncios

8 pensamentos sobre “É um assalto?

  1. PQP! Eu sempre faço referencia aos textos e imagens que não são minhas. Desce o pau…disse que o texto é registrado e tu vai pra polícia. Se ele apagar tu não entra na Justiça.Só pra dar um sustinho…rs!Boa sorte!

  2. A coisa mais comum do mundo, acredite. Acho que você deveria entrar em contato com a pessoa para ou dar os créditos ou apagar. E faz logo um print aí, se for o caso.O mínimo de ética já seria alguma coisa pra essa pessoa!

  3. Eu se fosse você chamava todos seus amigos a irem neste blog, twitter ou sei lá o que e chamasse o dono dele de sem vergonha… Deixe que seus leitores façam isso… Aí, os leitores do dono ou dona desse blog vão saber que nem toda "originalidade" é sincera

  4. Neste link não consegui ver nada copiado sem fonte, mas isso realmente acontece na internet. Infelizmente. No Bebendo aconteceu duas vezes e eu só descobri porque tenho a mania irritantemente nerd de procurar meus nomes no Google. E uma das abordagens foi tranquila, a pessoa disse que gostava dos meus textos (uhum) e colocou os links. A outra não, disse que não copiou mas sim teve a mesma 'ideia' que eu kkkkk achei graça. Tentar se proteger legalmente com o CC e qualquer uso indevido (lucrativo né) com seus textos pode ser requerido. Não temos muito além disso para fazer hoje ainda. Não conhecia o 'quem me ama' rsbjo Marco, valeu a força e parabéns pelos seus textos sempre tão inspirativos e bons, um dia vou copiar e dizer que é meu tb! hehe

  5. Pois é Marco. Infelizmente no mundo em que vivemos, quase nada se cria, muito se copiaQuanto ao texto copiado é o preço que se paga por fazer algo bom na net.Quanto a ir arrasando no blog plagiador, acredito que não dê muito resultado mas, vale a pena tentar deixando um comentário. O blog em questão me parece abandonado e é o que acontece com quem copia. Vida curta na blogosfera.Um ótimo fim de semana!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s