Espelho

 

A minha insegurança te seduz
E quanto mais eu corro
menos quero parar
E minha insegurança te conduz
Mal sabe que eu morro
Morrendo corro, não posso parar

E minha loucura te alivia
Quanto mais me asfixia
Mais te vejo celebrar

Se eu corro tão depressa
Você sem tanta pressa
Sabe que vai me derrubar

E aquele meu brilho perdido
Não foi de todo esquecido
Mas nem sempre vi brilhar

No espelho a melancolia
que nem sequer te contagia
O espelho há de se quebrar

Anúncios

4 pensamentos sobre “Espelho

  1. O espelho reflete. As vezes distorcidamente. Nossos olhos refletem o reflexo e as vezes distorcidamente.O espelho há de se quebrar, e em pequenos pedaços, ainda vai expor aquilo que nem sequer contagia.bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s