Presente

Neste sábado fiz aniversário. Comemorei com uma feijoada e pouca gente muito querida. Acho que foi meu primeiro aniversário sem gente inconveniente, penetras, etc. De desagradável, apenas uma pelada que indicaria o próximo freguês do meu Mengo. Mas isso é um caso a parte e não estragou nem um pouco a comemoração, regada a bom humor, conversinha de canto de boca, cantoria e o violão mágico de um grande parceiro meu. Claro que fiz questão de esconder meu teclado. No meu aniversário eu não podia “trabalhar” (desculpa pra não ficar com vergonha de tocar na frente da família). Só não fiquei mais feliz por todas as tragédias em razão das chuvas. Já manifestei meu pesar e ajudei de algumas formas. Força, Rio!

Tirando algumas ausências, principalmente as que estão lá em cima, fiquei plenamente feliz com quem vi e revi. E constrangido, claro. Alguns eu não encontrava havia meses e estou com mais de 30 quilos a menos desde o final do ano passado. É, no mínimo, esquisito, um grande amigo seu olhar para você e demorar a reconhecer. Parece até coisa de “coroa”, quando encontra o amigo pela rua, que não via desde o colegial e grita: “Ô rapá é você mesmo? Cê tá bem pra caramba!”. Mas logicamente é gratificante, a auto-estima vai mesmo lá na estratosfera. Podem achar pequenez, eu também talvez acharia há alguns meses atrás, mas em melhor forma física, deixa-me melhor como pessoa também.
Em aniversários, é comum ganhar-se presente. Ganhei alguns ótimos desta vez. Não vou citar nenhum por questões meramente diplomáticas… ah dane-se… adorei o DVD do MPB4 que ganhei e também… não, chega, já falei demais.
Todavia, há alguns dias, até semanas, ganhei alguns presentes não-materiais que estão me elevando plenamente como ser humano. Os dois vieram da internet e de uma forma ou de outra, tem ligação com blog.
Primeiro, foi minha reintegração ao blog “Coisas Nossas“, do qual tinha saído por total falta de tempo. Ainda não tenho muito, mas estou aprendendo a administrá-lo melhor. Fazer parte daquilo que a Du  – a famosa Moça do Sonho – começou, e falar só das coisas boas que nosso Brasil produziu e continua produzindo é gratificante ao extremo. Aprendi muito com aquele blog e espero continuar aprendendo e disseminando as riquezas tupiniquins.

Muito Nossas!
A outra, mas não menos importante, é totalmente inusitada. Muitos sabem que sou fã do cantor e compositor Leoni e participo bastante dos fóruns de discussão em seu site. O cantor costuma lançar alguns concursos e neles conhecemos gente bastante interessante. Só que dessa vez, a coisa foi mais além. No último, umas pessoas com gostos, idades, origens e muitas coisas diferentes, criaram uma empatia tão grande, que daí nasceu um grupo unido. Virou um tópico enorme – o maior, diga-se de passagem – do site do Leoni e está virando muitas coisas. Muita coisa aprende-se diaramente. E atrai a atenção, de gente boa e ruim, naturalmente! É incrível como todos eles tem ótimo humor, claro que alguns mais ácidos, outros mais bobões, mas o astral é sempre positivo nas interações virtuais. E são muli-talentosos, tem sapo cantor, velhinho de bengala violeiro, astróloga bebedora de chás, irmãos que se odeiam e parecem uma dupla sertaneja; é um grupo grande para eu definir as carcterísticas de cada um, mas todos tem a admiração e o respeito mútuo em comum. E isso não é o que importa numa amizade? 
Se era um grande tópico, que evoluiu para uma amizade e acabou virando um blog, com nosso nome – Os Petur-Bardos – até onde podemos chegar? Temos tanta coisa em mente, algumas já encaminhadas. Só mesmo o céu pode ser o limite.

PS: Meu agradecimento especial vai para o “húngaro da lona azul“, mentor não espiritual do grupo.
Anúncios

6 pensamentos sobre “Presente

  1. Ô amigao,Feliz aniversário que pelo jeito foi comemorado em grande estilo.Parabéns!É chique, muito chique escrever no "Coisas Nossas".Abração do amigão

  2. É isso mesmo Marcão o que importa na amizade!! Me sinto mais feliz por esse encontro inusitado com essa turma fantástica! E todos os dias aprendemos muito, sempre cercados por muita alegria, bom humor, respeito às diferenças e , é claro, muita música!! AbraçosAna Cau

  3. Poxa Marco, eu estava tão envolvida com meus próprios problemas que nem soube do teu aniversário… bela parceira eu sou, heim? Me desculpe. Mas enfim, te desejo tudo de bom, SEMPRE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s