O perigo da história única

Desta vez, estou quebrando o protocolo. Nunca posto aqui coisas que não são de minha autoria, mas…

Este assunto acho que é do interesse de todas as pessoas com bom senso.

É uma visão da qual compartilho e tomo para mim como filosofia de vida.

Ver além do que consegue enxergar. Pensem nisso.

Agradecimentos à Rose Borges, por ter compartilhado isso comigo.

Anúncios

3 pensamentos sobre “O perigo da história única

  1. Nossa, muito bom.

    Eu estava justamente pensando sobre isso ontem à noite, ao ver os noticiários mostrando o Obama no Brasil.

    Viajei muito. Fiquei refletindo sobre tudo o que representa aquele homem, negro, ter se tornado o presidente dos EUA. Ver a família toda dele aqui, sendo admirada pelos brasileiros de uma nação que AINDA é considerada uma das mais preconceituosas do planeta. Dava pra falar tanta coisa sobre isso.

    Essa coisa de história única é bem complexo. Há uns anos eu e meu marido viajamos para a Europa. Ao chegar no nosso primeiro destino, Suíça, num shopping, o vendedor de uma das lojas se trasfigurou ao saber que éramos brasileiros. O cara, até então educado e sério, quando ouviu que éramos do Brasil, ficou todo “animadinho”… só perguntava sobre macacos e carnaval… e não parou mais de olhar pra minha bunda. Foi bizarro.

    Acho que esse assunto dá uma corrida boa no meu Táxi, hein! 🙂

    Vou pensar sobre isso mais tarde, já que meus neurônios conectam-se muito melhor à noite. Heheheh

    Beijão Marco, adorei!

  2. Sinceramente estou num certo ponto da vida que quero extinguir contato com pessoas que não têm disposição de mudar a forma de pensar. Todos nós julgamos, diariamente,baseados nas histórias únicas que ouvimos. Ouvimos de quem também ouviu uma história única e assim por diante. Mas ..mas…mas…por favor,vamos ter consciência disso. Eu, você, sua mãe, seu pai, seu professor, seu guru, também ouvimos histórias únicas. É como ter uma SÓ peça de um infinito quebra cabeça-cabeças e dizer: “Já sei. É uma montanha”. Bullshit.
    (sou ruinzinha em concordância, corrija-me, please, Marco. Tá certo esse eu, vc, etc, etc, etc, OUVIMOS?).
    Orgulho de ser sua amiga, viu. Sério.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s