perdido

eu sinto falta de tanta coisa que eu nem sei o nome
é tanta coisa que nem mesmo o cigarro
ou a cachaça podem compensar
nem mesmo o abraço do melhor amigo
ou minha cantora preferida
é tanta dor e despedida
que nem sei por onde começar

é tanta alma vingativa
me cobrando mais do que eu devia
é tanta porta que eu bato
é tanto telefonema que eu faço
é pro céu que às vezes grito
e ninguém pra atender

eu sinto falta de tanta estrada
quanta coisa ainda por andar
mas vejo tanta curva e caminho
me cansando só de imaginar.

Anúncios

5 pensamentos sobre “perdido

  1. Quando um poema, de forma tão simples, declara sentimentos tão secretos que ficam “perdidos” no labirinto das racionalizações cotidianas, o que dizer? Gostei muito. É bonito e me retrata de muitas formas. Seria esta a função da arte? Bem…me senti assim. Beijos Marco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s