Medo

Sobrevivo mais um dia
e já não tenho nada
Nada pra sonhar, nada pra sentir
A não ser o medo…

Medo de não achar alguém
que me complete feito você
E se não achar ninguém
que me faz sorrir como você

O prazer de lhe dizer coisas
e me arrepender depois
Toda hora penso em coisas
que vou esquecer depois

Tento enxergar, se existe
Um outro lado do amor
Olhos fechados, vertigem
Uma estrada, um acidente… e dor.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Medo

  1. Raramente comento qualquer coisa… Mas como tudo que você escreve, seu poema é a cara do seu momento… Agora escreva algo apelativo para que todos saibam – principalmente que realmente deve saber – qual a finalidade e o motivo das suas palavras… Bjo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s